menu_topo

Glossário de Física

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br 

— C —

calor. A energia no processo de transferência entre um corpo e suas vizinhanças, como resultado de diferenças de temperatura.

calor de fusão. A quantidade de calor necessária para fundir a unidade de massa de uma substância no seu ponto de fusão normal.

calor de vaporização. A quantidade de calor necessária para vaporizar a unidade de massa de um líquido no seu ponto de ebulição normal.

calor especifico. A relação entre a capacidade calorífica de um corpo e sua massa.

caloria. A quantidade de calor (sistema incoerente de unidades) igual a 4,19 joules.

calor latente. O calor absorvido ou desprendido durante uma mudança de estado.

camada eletrônica. Uma região em torno do núcleo de um átomo, na qual se movem os elétrons; constituída por orbitais eletrônicos.

câmara de bolhas. Instrumento usado para tornar visíveis as trajetórias de partículas ionizantes, sob a forma de bolhas minúsculas em um líquido superaquecido Também chamada câmara de ebulição.

câmara de centelha. Um dispositivo usado para detetar a passagem de partículas subatômicas carregadas pelas centelhas luminosas que elas criam em um tubo especial.

câmara de condensação. Um dispositivo usado para detetar a passagem de partículas subatômicas carregadas, por meio das trajetórias que formam em uma câmara especial. Também chamada câmara de Wilson.

câmara de ebulição. Ver câmara de bolhas.

câmara de ionização. Um dispositivo usado para detetar a passagem de partículas subatômicas carregadas, pelo seu efeito ionizante em um gás.

câmara de Wilson. Ver câmara de condensação.

campo. Uma região diferenciada do espaço, de existência real, que se manifesta através de uma força aplicada sobre uma determinada propriedade da partícula nele imersa.

campo elétrico. A região diferenciada na qual uma força elétrica atua sobre uma carga aí colocada.

candela. A unidade de intensidade luminosa de urna fonte de luz.

capacidade calorífica. A quantidade de calor necessária para aumentar de um grau a temperatura de um corpo. É função da natureza da substância e de sua massa.

capacitância. A razão entre a carga em qualquer das duas placas de um capacitor e a diferença de potencial entre elas.

capacitor. Uma combinação de placas condutoras separadas por um isolante, usada para armazenar uma certa quantidade de carga elétrica.

capilaridade. Fenômeno que se manifesta pela elevação ou depressão de líquidos em tubos de pequeno diâmetro.

carga espacial. A carga negativa no espaço intereletródico entre o catodo e a placa (anodo) de uma válvula eletrônica.

casamento de impedâncias. Uma técnica usada para garantir a máxima transferência de energia da saída de um circuito para a entrada de outro.

catodo. (1) O elétrodo negativo de uma célula eletrolítica ou pilha eletroquímica. (2) O elétrodo negativo de uma válvula eletrônica.

cavidade ressonante. A região de um dispositivo laser em que se produz a luz coerente.

célula de combustível. Ver pilha de combustível.

célula eletrolítica. Urna célula na qual a energia elétrica é transformada em energia química por meio de uma reação de oxirredução.

centi. Prefixo do sistema métrico, 10-2.

centro de curvatura. O centro da superfície esférica da qual faz parte uma lente ou espelho.

centro de gravidade. O ponto no qual pode-se considerar aplicada a resultante de todas as forças que o campo de gravidade aplica nas partículas de um corpo (peso do corpo).

centro de rotação. (Pólo) O ponto a partir do qual são medidos os braços de alavanca dos conjugados.

centro de suspensão. O ponto, ou eixo, em torno do qual oscila um corpo, em geral, um pêndulo.

centro ótico. O ponto da geometria de uma lente pelo qual passam todos os eixos secundários.

ciclo. Um curso completo de um movimento ondulatório ou oscilatório.

ciclotron. Um dispositivo para acelerar partículas atômicas carregadas, por meio de eletroímãs em forma de D.

cinemática. Um estudo matemático puramente descritivo do movimento.

cinescópio. O tubo de raios catódicos usado como tubo de imagens em um receptor de televisão.

circuito paralelo. Uma técnica elétrica na qual dois ou mais componentes são ligados entre dois pontos comuns no circuito, de modo a fornecerem percursos condutores distintos para a corrente elétrica.

circuito série. Uma técnica elétrica na qual os componentes estão dispostos de modo a fornecer um único percurso condutor para a corrente elétrica.

coeficiente de atrito. Razão entre os componentes tangencial e normal da reação total de apoio sobre um corpo que desliza sobre outro ou sobre uma superfície áspera.

coeficiente de dilatação linear. A variação da unidade de comprimento de um sólido quando sua temperatura varia de um grau célsius.

coeficiente de dilatação volumétrica. A variação da unidade de volume de uma substância quando sua temperatura varia de um grau célsius.

coesão. A força de atração entre moléculas iguais.

componente. Um de vários vetores combinados algébrica ou geometricamente para produzirem um vetor resultante.

composição de forças. A combinação de duas ou mais forças componentes em uma única força resultante.

compressão. A região de uma onda longitudinal onde as partículas vibrantes estão mais próximas que a sua normal distância de equilíbrio.

comprimento de onda. A distância entre uma partícula em uma onda e a partícula correspondente na onda seguinte. Distância entre pontos consecutivos com idênticos estado de vibração, numa onda.

comutador. Um anel dividido, em um gerador de c. c., cada segmento do qual está ligado a uma extremidade de uma bobina correspondente da armadura.

côncavo. Curvo para dentro, para longe do observador.

condensação. A mudança de estado, de gás ou vapor para líquido.

condutância. O inverso da resistência elétrica.

condutor. Um material através do qual uma carga elétrica pode-se deslocar com certa facilidade.

constante de desintegração. A razão entre o número de núcleos que se desintegram por segundo e o número total de núcleos.

constante de Planck. Uma constante de proporcionalidade universal, que relaciona a energia dos fótons com a freqüência da radiação; 6,625 6 x 10-34 J-s.

constante dielétrica. A razão da capacitância com um dado material, separando as placas de um capacitor para a capacitância com o vácuo entre elas.

constante universal dos gases perfeitos. A constante de proporcionalidade R na equação de estado pV = nRT de um gás ideal. R tem o valor de 8,314 J/mol.K.

contador de cintilações. Um dispositivo que conta os impactos de partículas subatômicas carregadas em uma tela fluorescente, por meio de um tubo fotomultiplicador.

contador Gêiser. Instrumento usado para deteção e medida de radioatividade.

contra-f.e.m.  Ou, força-contra-eletromotriz é uma f. e. m. induzida na armadura de um motor, e que se opõe à tensão aplicada.

convexo. Curvo para fora, na direção do observador.

cor. A propriedade da luz que depende de sua freqüência.

cores complementares. Duas cores que, ao se combinarem, formam luz branca.

cores elementares. As seis regiões de cor no espectro solar, observadas pela dispersão da luz solar; vermelha, laranja, amarela, verde, azul e violeta.

cores primárias. cores em termos das quais todas as outras podem ser descritas, ou das quais todas as outras podem ser obtidas por adequadas misturas.

corrente alternada (AC). Uma corrente elétrica que tem um sentido durante uma parte do ciclo de geração, e o sentido oposto durante o restante do ciclo.

corrente continua (DC). Uma corrente em que o movimento dos elétrons se dá sempre no mesmo sentido.

corrente eficaz (rms). O valor eficaz de uma corrente alternada; a raiz quadrada da média dos quadrados dos valores instantâneos.

corrente elétrica. A taxa de fluxo ou carga que passa por uma dada secção de um circuito elétrico.

corrente instantânea. O valor de uma intensidade corrente elétrica variável, num dado instante.

correntes parasitárias (de Foucault). Circuitos fechados de corrente induzida, que circulam em planos perpendiculares ao fluxo magnético.

cosmologia. O estudo da organização e do tamanho do Universo.

coulomb. A quantidade de carga elétrica igual à carga existente em 6,25 x 1018 elétrons. Não é uma unidade fundamental no S.I.U.

criogênica. A ciência que trata da produção de temperaturas ultrabaixas e do estudo das propriedades dos materiais nessas temperaturas.

crista. Uma região de deslocamento 'para cima', em uma onda transversal.

cristalino. Que apresenta disposição regular de partículas.

curie. Uma unidade de radioatividade; a quantidade de material radioativo que apresenta 3,70 x 1010 desintegrações por segundo.

curto-circuito. Um percurso elétrico através de uma resistência desprezível, que geralmente deriva uma carga anormal e sobrecarrega o circuito. Percurso de negligenciável resistência entre dois pontos de um circuito elétrico.


Próxima consulta:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y W Z

 

Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2008 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados
Nova pagina 1