menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor
O ar ocupa os espaços 'vazios'

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Provar a existência do ar nos espaços (locais, lugares, recintos) vulgarmente chamados de 'vazios'.

Material

  • Garrafa plástica (PET) vazia, de 1 ou 2 litros,

  • Recipiente plástico para desodorante, vazio, com bico-spray que se encaixe justo no gargalo da garrafa,

  • Tubo para soro com a parte de plástico rígido,

  • Fósforos, vela, água, faca e calço para vela.

  • Montagem

    Ø Com uma faca (ou tesoura), retire o fundo do recipiente de desodorante (essa peça será nosso funil).

    Ø Fure o frasco de desodorante para introduzir nele (bem justo) o tubo de soro (17 a 20cm), como indica a fig. A.

    02_006_01.gif

    Ø Introduza o bico do frasco de desodorante (funil) no gargalo da garrafa, ajustando-o bem (fig. B).

    Ø Coloque a vela acesa, sobre um calço, de modo que a chama fique na frente da extremidade livre do tubo (fig. C).

    Procedimento

    Ø Encha um recipiente (jarra, caneca grande) com água.

    Ø Despeje essa água, com abundância, no funil e observe a chama da vela. Interprete o fenômeno.

    Ø Retire a vela e tampe, com o dedo, a saída do ar (extremidade livre do tubo). Interprete por que a água do funil, agora, não desce para a garrafa.

    Ø Relacione esta experiência com fatos vividos pelos alunos, por exemplo: introdução de um tijolo seco num recipiente com água (que se observa?), introdução de uma garrafa vazia na água etc.

     

    Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

    Nova pagina 1