menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Pressão nos fluidos

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Mostrar que a pressão exercida sobre um fluido se transmite igualmente a todas as demais regiões que ele banha, diferentemente do que acontece nos sólidos, onde ela só se transmite no sentido em que foi exercida.

Material

  • Seringa de plástico (grande)

  • Tubo plástico de parede grossa, transparente, de comprimento 20cm e Æ 1,5 a 2 cm.

  • Barbante fino, de 40cm

  • Pedaço de plástico quadrado, um pouco maior que o diâmetro do tubo

  • Caixa da experiência No 22 ou equivalente

  • Duas lixas, médias e finas (Nos 150 e 400)

  • Água

  • Cola

Construção - I

Ø Faça na seringa três a quatro furos finos em lugares diferentes da parte inferior.

Procedimento - I

Ø Encha a seringa com água e coloque a parte inferior dentro da caixa de vidro ou numa pia.

Ø Aperte o êmbolo.

Ø Faça os alunos observarem que a pressão feita no êmbolo da seringa se transmite também contra as paredes da mesma, como mostram os jatos (fig. A).

Construção - II

Ø Cole o barbante no centro do quadradinho de plástico, como indica a fig. B (fazer um furo pequeno e colar depois de passar o barbante).

Ø Lixe a extremidade do tubo plástico rígido, primeiro com a lixa No 150 e depois com a lixa No 400, para que tenha uma boa aderência com o plástico (fig. C). Se o tubo for flexível, verifique se a borda da extremidade está sem rebarbas.

Procedimento - II

Ø Introduza o barbante dentro do tubo pela extremidade lixada, de modo a segurar o plástico encostado nela.

Ø Introduza o conjunto vertical na caixa, que deverá estar com cerca de 12cm de água (fig. D).

Ø Solte o barbante e faça os alunos observarem que o plástico não afunda.

Ø Estimule os alunos a encontrarem o motivo.

Ø Retire o conjunto e introduza-o de novo até a profundidade de 4cm, com o plástico um pouco afastado. Puxe o barbante até encostar o plástico na boca do tubo e afunde mais 3cm ou 4cm, soltando, a seguir, o barbante.

Ø Faça-os observarem por que o plástico fica grudado na boca do tubo.

Ø Levante, lentamente, o conjunto, fazendo-os observarem quando o plástico cai. Compare, em cada caso, o valor da pressão em cada face do plástico.

 

Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1