menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Espelhos em ângulo

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Mostrar que dois espelhos podem formar várias imagens e que o número de imagens depende do ângulo formado pelos espelhos.

Material
Dois espelhos (aproximadamente 10 cm x 12 cm)
Esparadrapo
Mesa
Caneta

Montagem
- Coloque um espelho contra o outro, de modo que a tinta (face não refletora) fique do lado de fora.
- Cole, ao longo de uma aresta, dois pedaços de esparadrapo, um acima e outro abaixo, à moda de dobradiças

Procedimento
- Coloque o sistema de dois espelhos sobre a mesa e abra-os, formando um ângulo de 90o
- Coloque uma caneta deitada sobre a mesa entre os dois espelhos, como indica a figura.
- Conte as imagens formadas.
- Aumente o ângulo formado pelos espelhos.
- Observe o que acontece com o número de imagens.
- Diminua, lentamente, o ângulo até quase encostar os espelhos na caneta.
- Faça relacionar o tamanho do ângulo e o número de imagens formadas.
- Observe que as imagens se dispõem em forma de círculo.
- Coloque os espelhos sucessivamente em 30o - 60o - 90o e conte o número de imagens em cada caso.
- Se a capacidade dos alunos o permite, desenvolva, a partir da experiência, a fórmula para encontrar o número de imagens (as imagens dispõem-se em círculo e distribuem-se ao longo dos 360o). Quanto maior o ângulo dos espelhos, menor número de imagens que aparecem. Uma das "fatias do bolo" está ocupada pelo objeto (- 1). Conte em quantas fatias os espelhos dividem o 'bolo' e subtraia 1.

N = (360o/ao) - 1

- Coloque os dois espelhos paralelos, separados a uma distância de 10 cm e uma caneta entre eles. Faça os alunos observarem as imagens formadas.



Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1