menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Refração da luz

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Identificar o fenômeno de refração e observar que, na maioria dos casos, a luz não caminha em linha reta, quando ocorre o fenômeno.

Material
Oito vidros planos comuns (1,5 cm x 10 cm)
Placa de isopor (1 2 cm x 12 cm)
Fita durex
Três alfinetes
Folha de papel
Compasso
Esquadro

Montagem
- Forme, com os oito vidros bem limpos, um prisma e segure firme com fita durex colocada nas extremidades.

Procedimento
- Desenhe na folha de papel uma circunferência de Ø 10 cm. Trace nela dois diâmetros perpendiculares e coloque a folha na placa de isopor.
- Finque, no centro, um alfinete, bem perpendicular.
- Coloque o prisma de vidro de modo que coincida com um dos diâmetros, como indica a figura A.
- Finque, a uns 40o do diâmetro (figura A-4), um alfinete na circunferência (figura A-1).
- Coloque o olho na figura A-1 , pegue o terceiro alfinete e finque-o no isopor, colado à parte de trás do prisma de vidro (figura A-2), quando enxergar os três, em linha reta, através do vidro (desloque o alfinete, figura A-2, para a esquerda ou direita, a fim de conseguir o alinhamento antes de fincar).
- Faça os alunos observarem que o terceiro alfinete (figura A-2) é observado pelo olho através do vidro, primeiro, e, depois, através do ar (fenômeno de refração por trocar o raio de meio).
- Retire o prisma de vidro e trace os raios desde o centro até os furos, prolongando o segundo alfinete (figura B), até a circunferência.
- Observe que os raios incidente e refratado não se encontram em linha reta.


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1