menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Dilatação da íris

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Mostrar que a íris regula a entrada de luz no olho, para que seja sempre da mesma intensidade, independente das condições de fora. O diafragma faz a mesma coisa, nos aparelhos óticos.

Material
Espelho
Vela
Fósforos
Sala escura

Procedimento
- Numa sala escura, acenda a vela. Pegue um espelho e olhe a abertura do olho deixada pela íris (pupila).  
  (Se você tem olhos pretos, será difícil observar; então, observe nos olhos de um aluno.)
- Pegue a vela com a mão direita e, sempre se olhando no espelho, aproxime a vela do olho.
- Afaste de novo a vela do olho, sempre observando o tamanho da pupila e depois peça para acender as 
  luzes da sala sem deixar de olhar no espelho.
- O que aconteceu com a pupila?
- Observou alguma vez este fenômeno nos olhos do gato? Caso tiver oportunidade, observe os olhos do 
  gato, no sol e na sombra.
- As máquinas fotográficas e outros aparelhos também têm um dispositivo que regula a luz de entrada 
  (diafragma).
- Relacione este fenômeno com o que acontece quando entramos num cinema e o filme já começou.
- Reflita sobre o fato de termos dificuldade de abrir os olhos quando acordamos na escuridão e ligamos a 
  luz.

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1