menu_topo

Atividades em Comunicações
(Série C - ATIVIDADE 22 - Como funciona o telefone de verdade?)

Prof. Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br

Os aparelhos interessantes que foram considerados nas atividades anteriores são de brinquedo. Se você chegou a compreender estes telefones de brinquedo, você achará fácil compreender o telefone de verdade.
O telefone consiste de duas partes principais: o transmissor e o receptor (figura 1).

 

Você observou, nos telefones de brinquedo, que deve haver uma parte frouxa no circuito que será forçada a vibrar ou mover com as ondas emitidas pela voz. Você já compreendeu que isto, por sua. vez, faz variar a corrente fazendo-a pulsar, quer ao percorrer as voltas da bobina do eletroímã quer no receptor onde o diafragma é levado a vibrar e reproduzir o mesmo som.

Estude o diafragma do transmissor ou, melhor ainda, se possível, abra um transmissor de verdade e note que a peça solta ,em vez de ser uma haste de carvão ou um lápis, é uma pequena quantidade de carvão granulado. Os grãos de carvão estão dentro de uma pequena célula de metal. Eles são conservados na posição requerida dentro da célula, por um disco bem ajustado que pode se mover, ligeiramente, para dentro e para fora. Você notará que este disco é preso ao diafragma de metal. Se você  desatarraxar o bocal e apertar levemente o diafragma com o dedo, você forçará o disco mais para dentro da célula e apertará os grãos de carvão uns contra os outros. Quando o disco tornar a sair, os grãos poderão se separar novamente e ficarem mais soltos. Quando eles estão comprimidos, a corrente que passa pelo receptor é reforçada e o eletroímã atrai o diafragma para mais perto de seus pólos. Quando os grãos estão mais separados a corrente é enfraquecida e o diafragma se afasta dos pólos do ímã.

Quando as ondas emitidas pela voz entram no transmissor e chegam ao diafragma, elas comprimem e soltam os grãos de carvão com a mesma rapidez com que as ondas de voz atingem o diafragma. Isto produz uma pulsação correspondente na corrente, a qual, por sua vez, faz com que o diafragma do receptor vibre da mesma maneira e reproduza o som que entrou pelo receptor, na outra extremidade da linha.

O que é, então, que se locomove através dos fios telefônicos quando você está falando pelo telefone com seu amigo? Será realmente o som de sua voz ou será uma pulsação elétrica, que corresponde em freqüência e intensidade, às ondas sonoras de sua voz? Procure ficar seguro quanto a esta questão.

É interessante pensar em como a idéia simples do telefone se tornou de uso tão difundido em nossos dias. Os cientistas e inventores aperfeiçoaram o telefone, de tal modo que, hoje em dia, ele reproduz a voz, a música, imagens, quase perfeitamente. Você sabia que, antes do advento dos transmissores de microondas, os programas de rádio em cadeia (ao vivo) viajam por circuitos telefônicos desde a estação central até as estações locais, para, então, serem irradiados?

... Atividades da Série C - Comunicações ...
    #14 Qual é a base dos instrumentos telegráficos simples?
    #15 Como montar uma ligação telegráfica bi-lateral?
    #16 Como é construída uma cigarra simples?
    #17 Como é feito e como funciona uma campainha elétrica?
    #18 Uma campainha didática, mas que funciona de verdade.
    #19 Como fazer um modelo de telefone?
    #20 Como usar dois carvões e lápis para fazer um telefone?
    #21 
Dois tipos interessantes de ‘telefones', com caixas de charuto.
    #22 Como funciona o telefone de verdade?
    #23 
Como construir uma linha telefônicas e usá-la nos dois sentidos?

 

 

Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2009 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1