menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Bobinas de Tesla Eletrônicas
(Estado sólido - máquina 'Kirlian')

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Montagem de bobinas de Tesla utilizando-se de componentes eletrônicos. São apresentadas duas versões. Recomenda-se a ajuda de um técnico em eletrônica para orientar detalhes do projeto.

Montagem - 1

Cuidado! Esse equipamento induz altas tensões perigosas se não for usado adequadamente e com cautela. Exige a presença de um adulto.

Atue sobre R1 para ajustar a máxima corrente que circula pelo transistor-Darlington. Para usar tal gerador de alta tensão para acionar um 'globo de plasma' (ou mesmo uma lâmpada incandescente, em substituição ao globo) essa corrente deve ter intensidade ao redor dos 2 A.

Escolha um flyback com núcleo de bom diâmetro. Um outro diodo rápido pode ser usado em substituição ao BYV95C. O BDX87B deve ser instalado sobre um bom dissipador de calor.
Para experimentos, sem o globo de plasma, colocar um disco metálico espesso (3 a 5 mm) com bordo arredondado, direto ao terminal de alta tensão do flyback.

Para acionar motores eletrostáticos deve-se adicionar um retificador de alta tensão (para TV) e um capacitor de dielétrico de vidro ligado ao terminal de alta tensão do flyback (veja Sala de correntes alternadas).

Nota: Certos 'seguidores' das pseudo-ciências rotulam tal equipamento como 'máquina de Kirlian' e, como tal, dotadas de 'poderes' místicos como produtor de 'auras' e coisas que tais. Tais deslumbramentos fogem ao escopo científico. Se você digitar na 'Google', "Máquina Kirlian", encontrará locais que vendem tais máquinas por bagatelas de $ 5.000,00 (cinco mil dólares) e os cursos para usá-las só são dados pelos seus construtores nos países de origem (!!!), envolvendo vários 'paras' e 'psicos', 'auras', fotos Corona e um monte de 'Drs.', 'PHDs' e 'palavras de autoridades'. Nada, porém, que conste de qualquer currículo regular (pergunte a algum médico se ele cursou algo sobre máquina Kirlian!). É o comércio do incauto! Tais 'maquinas', feitas aqui no Brasil, não saem por mais de R$ 200,00 (duzentos reais).

Montagem - 2

Enrolamentos sobre a perna livre do flyback: Primário - 10 espiras de fio de cobre esmaltado 18 (ou com isolação de seda), dotado de 'center-tap' (5 + 5 espiras); 
Realimentação - 4 espiras de fio de cobre esmaltado 22, com 'center-tap' (2 + 2 espiras); Secundário - o enrolamento original do flyback.
Nota: o enrolamento de realimentação é feito sobre o enrolamento do primário.

Esse equipamento (montagem -2-) é o usado pelo autor em seus experimentos que requerem altas tensões em altas freqüências.
Para acionar motores eletrostáticos e outros experimentos de eletrostática use o diodo retificador de alta tensão e o capacitor de vidro no terminal de alta tensão.

Nota: Quanto ao uso desse aparelho como "Máquina Kirlian" para fins de misticismos, aura, espíritos batedores, ectoplasmas e coisas do gênero, consulte um espírito que entenda das leis da eletrodinâmica quântica. Mas, se você é um cético e racional para com as leis da natureza e dá valor á metodologia científica  não perca tempo com isso. Não irá lhe acrescentar absolutamente nada!

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1