menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Vela em queda livre

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Mostrar a
'quase' extinção da chama durante a queda livre.

Descrição
Uma vela acesa é colocada no fundo de um vidro de lampião (tipo chaminé) ou num tubo plástico transparente, que tem sua base fechada por um tampão de cortiça.
Se o conjunto é abandonado em queda livre de uns 2 a 3m de altura, a vela chega ao solo (mão do operador) apagada.
Isto não ocorre por causa de correntes de ar
ambiente e sim pela extinção das correntes de convecção do  ar interno à chaminé que sustentam a combustão da vela. 

Em queda livre, todas as partículas de ar do interior da chaminé têm mesma aceleração (ou, no referencial não inercial ligado ao vidro, têm aceleração nula - o ar não tem mais peso!), o empuxo de Arquimedes desaparece e a chama afoga-se nos próprios gases por ela produzidos.

Nota: Divulgação recente pela NASA indica que numa nave em órbita a chama torna-se extremamente débil formando uma pequena esfera de gases incandescentes ao redor do pavio. O tempo de queda, em nosso experimento, é insuficiente para observar esse notável efeito.

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1