menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Blocos ilustrativos
(Inércia, atrito e CG)

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Desta feita, sugerimos blocos de madeira de (4 x 4 x 8) cm e (8 x 8 x 10) cm para argumentar sobre os conceitos de inércia, de centro de gravidade e do atrito. Esta sugestão é especial para professor de Física, sendo particularmente efetiva após os estudos “normais” sobre inércia, atrito e centro de gravidade.
Muitos professores (e alunos) estão familiarizados com as experimentações nas quais puxa-se um tecido sobre o qual há um copo d’água ou outro corpo qualquer. Esta variante que propomos é mais interessante.

Coloque cerca de 5 blocos pequenos, verticalmente, sobre a folha de papel, próximo ao seu final. A folha de papel deve estar próxima ao bordo da mesa. Puxe rapidamente o papel no qual estão os blocos. Poucos alunos se surpreenderão com o fato de que os blocos não caem porque já haviam assistido a essa experiência em aula de ciências.

Para prosseguir o experimento, coloque mais blocos empilhados para confirmar se eles caem ou não. Antes de puxar o papel, professor e alunos poderão discutir sobre o que irá acontecer e o porque do fato. Isso gera uma discussão sobre o centro de gravidade, se o atrito foi alterado e a inércia dos blocos.

Um aluno perguntará: O que acontece se o papel for puxado vagarosamente?

Se o papel for puxado vagarosamente, os blocos mover-se-ão junto como papel e não cairão. Isso fará com que muitos alunos surpreendam-se. Repita a experiência, agora, puxando mais depressa. Os blocos cairão, como pode ser observado na ilustração.

Novas questões surgirão com relação à nova estabilidade da pilha de blocos — que fator afeta mais a queda, centro de gravidade, atrito ou inércia? Após ter puxado com rapidez moderada e os resultados terem sido observados, o bloco maior é colocado na base da pilha de blocos. Nova discussão surgirá diferentemente da anterior, devido ao aumento da base e que efeito isso provocará na estabilidade. A altura continuará a mesma da anterior. Depois dessa experiência, sugerimos uma configuração diferente e uma pergunta: O que acontecerá se o bloco maior for colocado no topo da pilha?

Apesar da altura continuar a mesma, o resultado é surpreendente. Experimente novas configurações, como na ilustração.

Esses experimentos, em Salas de Aula e Feiras de Ciências, podem despertar grande atenção, se você colocar as perguntas adequadas ao aluno/expectador. Sua maior eficiência, contudo, será em Sala de Aula.



Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1