menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Tornado doméstico
(variante: Tornado na garrafa)

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Apresentação
O experimento a seguir permite visualizar um 'tornado' dentro de uma caixa de papelão. O assunto é relativo á fluidodinâmica ... e recomendo alguma leitura sobre esse tema.

Material
Caixa de papelão com cerca de (30 x 30 x 60) cm; papel celofane; fita adesiva; exaustor para fonte de microcomputador, varetas de incenso.
Nota: Tais exaustores (ou ventoinhas) usadas em fontes de alimentação para computadores podem ser obtidas (a custo zero) em lojas de consertos de computadores. Quando tais fontes 'queimam' são sumariamente jogadas no lixo (excelentes sucatas) e substituídas por novas. Basta pedir! Retira-se o exaustor da fonte (basta soltar 4 parafusos e cortar dois fios) e instala-se na caixa de tornado. Tais 'ventoinhas' funcionam com 12 VCC. Eis o visual de um modelo desses exaustores:

Montagem
a) Recorte a 'tampa' da caixa na medida correta para encaixar o exaustor;
b) Recorte uma das faces da caixa (frontal) deixando uma lapela de papelão em toda volta. Cole a folha de celofane para cobrir essa face. É através dela que se verá o tornado.
c) Recorte três janelas próximas da base da caixa, como se ilustra na figura da esquerda.

d) Em outra versão, em lugar de cortar essas frestas na base, recortam-se os cantos posteriores da caixa, como se ilustra na figura da direita.
e) Coloque o exaustor no buraco feito na tampa como se ilustra na figura do meio (versão 1) ou da direita (versão 2). Use fitas adesivas para fixá-lo por suas bordas. Tome o cuidado de instalá-lo de maneira que ele, ao funcionar, aspire o ar do interior da caixa (exaustor).

f) Acenda um bastão de incenso e insira-o próximo á base por uma das frestas (pode-se colocar um pequeno pires de pirex na base da caixa para evitar a queima do papelão).
g) Ligue o exaustor a uma fonte de 12 VCC (veja nossa sugestão na Sala 03 para tal fonte) e aprecie o tornado doméstico.

Nota 1: Na visualização do tornado, a técnica do incenso pode ser substituído por uma cuba rasa com água em ebulição (para tanto recomenda-se cortar a base de papelão por onde entrará o vapor de água.

Nota 2: Um vaporizador piezelétrico (usado em tratamento de asmas), colocado na base da caixa, também permite a visualização das 'linhas' do tornado.

Nota 3: Convencionou-se denominar Incenso toda mistura de componentes aromáticos, tais como resinas, gomas, madeiras, cascas, raízes, etc., que entrem na prática de queima controlada com o fito de liberar odores para perfumar ambientes. Eles são úteis para todos os experimentos que requerem alguma 'fumaça' em suas apresentações.

Variante
Você poderá construir um 'tornado' bem mais simples usando duas garrafas PETs de 2litros, um tarugo de madeira com um furo central e água. Eis seu visual:

A adaptação das duas garrafas, boca-a-boca, pode ser feita com um pedaço de cabo de vassoura de 6 cm de comprimento com um furo central, ao longo do comprimento, com diâmetro de cerca de 6 mm. Ajuste o diâmetro desse pedaço de cabo de vassoura (com grossa e lixa) até que entre bem justo pelas bocas das garrafas. Um pedaço de cano de PVC externo embeleza a montagem e dá maior rigidez ao sistema. Uma das garrafas deve conter água ao nível normal dos refrigerantes e a outra fica vazia.
Para 'funcionar', inverta o sistema de modo que a garrafa com água fique por cima e gire o conjunto (como se fosse mexer a polenta na panela); um tornado se forma (bem visível na ilustração acima) e a água passa para a garrafa de baixo.


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1