menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

GASES 1 – Lei de Boyle

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
O dispositivo, bastante simples, permite:
  a)     verificar a lei de Boyle e Mariotte, em seu aspecto qualitativo;
  b)   estudar o escoamento de um líquido de um recipiente fechado e,
  c)   estudar a ação de aspiração.

Material
Garrafão (de vidro ou plástico transparente) dotado de torneira; tubo de vidro em U e em L; pedaço de tubo de látex, rolha, água e corante.

Montagem
A figura ilustra a montagem:

Procedimento
Lei de Boyle : Em transformação isotérmica de dada massa gasosa, pressão e volume são grandezas inversamente proporcionais.

O procedimento básico consiste no preenchimento de uma tabela com colunas, volume e pressão. Os dados dessa tabela podem ser levados a um gráfico cartesiano (diagrama de Clapeyron, P x V) para o exame da isoterma que caracteriza a transformação gasosa.

Volume

Pressão

Se o frasco é cilíndrico, torna-se fácil medir-se V (volume do ar) através da medição de H. A pressão P (pressão efetiva do ar interno) é lida no manômetro, pelo desnível h, em “centímetro de água”. Para pressões pequenas, pode-se constatar experimentalmente, que PV = const.

Verifique o escoamento do líquido nas condições da montagem. Uma das observações a ser posta em destaque é que o escoamento cessa quando H = h.

Garrafas plásticas transparente (de paredes relativamente ‘rígidas’) podem ser dotadas de pequenas torneiras para aquários ou filtros. Outra adaptação interessante, é dispensar o recurso da torneira, substituindo-a por um sifão de vidro com a extremidade externa dotada de pequeno tubo de látex e presilha, como se ilustra:


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1