menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Pop pop ... passo a passo
(versão 3 - balsa)

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Introdução
Os trabalhos relativos ao barquinho Pop-Pop tem propiciados boa quantidade de e-mails, principalmente por parte de 'saudosistas' e 'hobbistas'.
O primeiro trabalho (versão 1 - comercial) encontra-se no endereço <clique aqui> e o segundo (versão 2 - desodorante) em <clique aqui>.
Vejamos agora essa nova versão 3 - balsa, especialmente indicada para o Ensino fundamental (e, obviamente, para a magnífica 'espécie humana' denominada 'hobbysta').

Objetivo
Destacar a conversão da energia térmica em energia mecânica.

A causa
Calor é energia térmica em trânsito; é a energia atual, interna, cinética, contida nos átomos e moléculas em movimento, no ato de se transferir a um corpo mais frio. Combustíveis como o carvão, o álcool, a estearina das velas, gasolina, querosene são queimados para que sua energia química resulte em calor, o qual pode ser usado para impulsionar carros, aviões e motores, mover turbinas que produzem eletricidade e outras utilidades. Esse nosso barco a vapor, versão 3, mostra que o calor pode ser transformado em movimento.

Material
Placas de balsa (madeira muito leve), com medidas mostradas no quadro abaixo;
tubo de cobre de 500 mm de comprimento e 3 mm de diâmetro; ferramentas simples;
tubo plástico, cola, vela, tampa metálica, folha de alumínio ou lata, tinta, lápis, prego.


1. Material

2. Placas: cortes básicos

3. Corte as placas de balsa e cole os lados do
barco. Faça o corte das curvas em um ângulo
tal que as partes laterais se juntem perfeitamen
te. Assegure-se de que os lados estão firmes.


4. Cole o convés na posição indicada. Ajuste as ir-
regularidades para boa colagem. Após secagem,
certifique-se de que a água não entra no barco.
Cole uma longa tira de balsa sob o centro do
fundo para formar uma quilha.


5. Corte a lata ou alumínio, retirando os cantos e
dobre as laterais para formar uma caixa. Faça
dois furos no fundo para passar o tubo de cobre.

6. Cuidadosamente, enrole o tubo de cobre seis
vezes em torno de um lápis. Faça dois furos no
fundo do barco, alinhados com aqueles da caixa.

7. Ponha a caixa no barco, dobre o tubo de cobre a
90 graus e faça as pontas passarem pelos bura-
cos da caixa e do fundo. Com o alicate, dobre as
pontas do tubo para trás. Passe cola nos furos.

8. Cole a tampa metálica no fundo da caixa e posi-
cione ai a vela. Esta deve ser colocada de modo
que a chama aqueça o centro do tubo de cobre.

9. Encaixe o tubo de plástico numa das pontas do
tubo de cobre. Ponha o barco na água e chupe
até encher de água o tubo de cobre. Remova o
tubo plástico. Pode encher o tubo, também, com
uma seringa, conta-gota etc.

10. Acenda a vela. Em pouco tempo o barco come-
çará a mover-se na água com um ruído caracterís
tico de motor a vapor. Aliás, o que você fabricou
foi um barco a vapor!


11. Vista lateral das partes do barco

Como funciona?
Bem, a explicação completa pode ser vista nos endereços acima, versões 1 e 2 do Pop-Pop. Mas, para Ensino Fundamental, cabe a seguinte: o barco é movido pela energia proveniente do calor que se transfere da chama para o tubo de cobre. Esse calor aquece a água contida no tubo a qual passa para o estado de vapor. O vapor expande-se e empurra a água do restante do tubo para fora e o barco para a frente (ação e reação). Ao mesmo tempo, o vapor condensa (porque cedeu calor para as regiões frias do tubo) e aspira água pelo tubo (devido à brusca queda de pressão na fase da condensação) --- e tudo recomeça. Por isso o barco move-se aos trancos.

Nota: Agora estou altamente tentado a fazer um barco com folha de flandres (folha de fazer calhas), recortada, dobrada e soldada. Se alguém quiser participar da 'aventura', envie um esboço desse corte da chapa e sugestões.
Aquele abraço, Léo

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1