menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

ÓCULOS

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Perguntas
* Por que eu tenho que usar óculos?
* De que maneira eles me ajudam a ver melhor?

Respostas
Há muitas coisas que nossos olhos têm que fazer corretamente para que tenhamos uma visão perfeita. Se qualquer uma destas coisas não funcionar direito, nós teremos de usar óculos. Os óculos deverão ser fabricados de modo correto, lente por lente e ajustados um para cada olho.

As lentes dos óculos trabalham dobrando os feixes de luz que chegam nelas de modo que eles se encontrem justinho sobre a retina. Ela está na parte de trás de nossos globos oculares. Ela transforma a luz que recebe em sinais que vão para o cérebro.

O fenômeno mediante o qual as lentes dobram (desviam) os raios de luz denomina-se refração. Sua causa básica é que a luz muda sua velocidade de propagação quando passa de uma substância transparente (ar, por exemplo) para outra (vidro, por exemplo).

É algo parecido com o que acontece com um carrinho que rodando por uma placa de papelão encontra uma camada fina de sal ou açúcar, como ilustramos acima. Ao passar do papelão para o sal sua velocidade diminui e ele sai fora de sua direção original..

As lentes dos óculos alteram as direções dos raios de luz permitindo que eles sejam focalizados sobre a retina.

Olhando dentro de seu olho
Nossos globos oculares trabalham de modo muito parecido com as pequenas máquinas fotográficas. Em cada um deles há duas lentes que permitem focalizar a luz. A primeira (e a principal) é a córnea; é aquela que você vê no espelho quando olha para seus próprios olhos. A segunda, quase encostada na primeira, é denominada cristalino. Esta tem sua forma ajustável por certos músculos.

Image287.gif (10489 bytes)

Veja como funciona o cristalino. Quando olhamos coisas distantes ele é puxado por pequenos músculos e fica com um formato bem achatado. As setas no desenho mostram o sentido em que ele é puxado. Quando olhamos coisas bem próximas, os músculos empurram o cristalino e ele fica bem arredondado. A idéia é manter tudo em foco --- luz bem encima da retina.

As duas lentes juntas e um globo ocular perfeito focalizam toda luz que chega bem encima da retina. Se tudo está em ordem, teremos uma visão nítida dos objetos que nos rodeiam. Porém, se há algo errado, a luz não será mais focalizada corretamente e a visão fica confusa.

A primeira coisa que pode estar errada é a profundidade do globo ocular. Em algumas pessoas pode ser muito curto e em outras muito comprido. A segunda coisa é a córnea, ela pode estar com sua forma (curvatura) alterada. Ai é que entra a ajuda dos óculos. Lentes adequadas podem corrigir aquilo que está errado em nossos olhos e, novamente, permitir uma visão clara das coisas.

Óculos diferentes resolvem problemas diferentes
É fácil ver exemplos disso. Alguns amigos que usam óculos (talvez seus colegas de escola) poderão emprestá-los. Segure um par de óculos com o braço esticado. Repare nas coisas que vê através dele. Examine também as lentes. Olhe vários pares diferentes. Tenha muito cuidado para não danificar os óculos. Os colegas que usam óculos precisam deles para enxergar bem. Respeite isso!

Óculos para pessoas Míopes

As lentes parecem diminuir as coisas que se vê através delas. As pessoas míopes enxergam bem as coisas próximas mas não podem ver claramente as que estão longe. Os globos oculares delas são um pouco mais comprido que o normal.

Óculos para pessoas Hipermétropes

Estas lentes farão as coisas parecerem maiores do que realmente são ou até mesmo vê-las de cabeça para baixo. Os hipermétropes enxergam bem coisas que estão longe mas não podem ver claramente as que estão perto. A causa disso é que seus globos oculares são um pouco mais curtos que o normal.

Óculos para pessoas com Astigmatismo

Essas lentes alteram a forma das coisas que se vê através delas. Torcem para a direita, ou para a esquerda ou ainda esticam aquilo que se vê. O problema que elas corrigem está na córnea. Pessoas com astigmatismo têm problemas na curvatura da córnea.

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1