menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Eletroscópios
(de lâminas, de Wulf, de Kolbe, de Fischer e de Braun)

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Apresentar os modelos básicos de eletroscópios; montar modelos de eletroscópios, simples e úteis para os experimentos de eletrostática.

Resenha
Eletroscópios são dispositivos utilizados na deteção e avaliação de cargas elétricas em excesso/falta num dado corpo. Em princípio, eles diferenciam se um corpo está eletrizado ou não. Se estiverem eletrizados, tais cargas em excesso/falta criam potenciais elétricos em relação à terra; desse modo, os eletroscópios podem também detetar/avaliar potenciais elétricos.
Eletrômetros
são eletroscópios graduados em escalas de potenciais elétricos.
Eles foram desenvolvidos à época na qual prevalecia a ´eletricidade estática´ (eletrostática) e posteriormente, a ´tensão contínua´ (pilha de Volta e acumuladores). Não são especialmente úteis para as tensões alternadas devido, principalmente, à inércia de seus indicadores (bolas, folhas e agulhas).

Tipos de eletroscópios
1-
Dentre os eletroscópios, os de pêndulo(s) são os mais simples. O ´tradicional´, de uma só bola, conhecido simplesmente por eletroscópio de pêndulo, consta essencialmente de um suporte (base de madeira com um arame em forma de L), um fio de seda e uma pequena bolinha de material isolante (pode ser uma bolinha de plástico ou isopor). A técnica de seu uso é plenamente conhecida de todos.
Os de ´duas bolas´, têm mesmo tipo de suporte, mas levam dois fios de seda, cada um com uma bolinha leve. Eletrizando-se as bolinhas com cargas de mesmo sinal, elas se repelem. Eis algumas montagens, como sugestão:

2- Os eletroscópios de coluna metálica seguem, em simplicidade, os de pêndulo. Constam essencialmente de uma coluna metálica (uso embalagem de alumínio para charutos) e uma estreita e fina folha de papel alumínio colada no topo da coluna. Eletrizando-se a coluna, parte da carga transfere-se para a folha e está, por repulsão elétrica, afasta-se da coluna. Ilustrando:

3- Os eletroscópios de lâmina, normalmente protegidas das correntes de ar, tiveram um rápido desenvolvimento e melhoramentos. O mais simples deles é o eletroscópio de tubo de ensaio. Consta de um tubo de ensaio, dotado de uma tampa de borracha (ou cortiça), através da qual passa um grosso fio de cobre; na extremidade deste fio, dentro do tubo, pende uma estreita e fina folha de alumínio. Uma delgada folha de estanho ou chumbo recobre parte da superfície externa deste tubo. O fio de cobre e a folha de estanho são conectadas à fonte de tensão contínua que se investiga. Havendo tensão, a estreita folha de alumínio desloca-se em sentido ao revestimento de chumbo. Como não há passagem de corrente (circuito aberto), este deslocamento só pode ter ocorrido por desequilíbrio de cargas nos terminais da fonte. É um aparelho perigoso de manusear e não recomendável aos alunos. Ilustramos:

4- Outros eletroscópios de lâmina, além do modelo tradicional, incluem o de Wulf, o de Kolbe, o de Braun e o de Fischer. Ilustremos:

Montagens

Eletroscópio de canudo de refresco (Fischer)

D - disco metálico com bordos 'arredondados';

MM - hastes metálicas (superiormente soldadas
           em D, inferiormente espetadas na rolha R);

ab - eixo de alfinete (encaixados em dois orifícios
        praticados nas hastes;

hh - canudo de refresco;

Q - quadrante graduado.

Eletroscópio de Braun; à direita, modelo de pesquisa científica.


Usar folha de flandres fina ou chapa de off-set

Na nossa montagem do eletroscópio de Braun, as duas folhas de plástico transparente (grossas), de (12 x 12) cm, são encaixadas nas lapelas laterais, para protegerem o canudo de refresco das correntes de ar.
Para grafitar o canudo use grafite em pó + álcool + cola branca.

Nota 1: Dotando-se os eletroscópios de escalas, graduados mediante potenciais elétricos de referência, tem-se os Eletrômetros. Recomendamos uma leitura sobre o tema; clique AQUI.

Nota 2: No campo da Eletrônica tem-se vários modelos de eletrômetros e eletroscópios. Clique AQUI.

Bom sucesso!



Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1