menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Garrafa de Leiden

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Esse é um dos primeiros capacitores inventados. Sua finalidade, em primeira instância, é armazenar cargas elétricas e, conseqüentemente, energia potencial elétrica. A grandeza fundamental que o caracteriza é sua capacitância. Antigamente (anterior a 1938) usavam-se os termos 'condensadores' e 'capacidades'; os correspondentes a partir de 1938 são capacitores e capacitâncias. Construir uma versão dessa 'garrafa' é o objetivo dessa sugestão.

Material
Frasco cilíndrico de vidro ou acrílico; tampa de madeira ou acrílico; vareta de latão; esfera de latão; papel alumínio.
Nota: Um pote plástico com tampa pode substituir o frasco cilíndrico.

Montagem

Com a mão envolvendo o alumínio da parte externa, aproxime a esferinha da cúpula do gerador de Van de Graaff, em funcionamento. Observe acentuadas faíscas entre a esfera da garrafa e o domo do gerador.

Cuidado! A carga elétrica acumulada na garrafa é considerável, não toque na esfera!

Se você tiver uma lâmpada para “flash” (de uma máquina fotográfica), pode “acendê-la” ligando-a entre a esferinha e o alumínio externo. Lâmpadas néon também ionizam com essa descarga. Experimente descarregar o capacitor através de uma lâmpada incandescente.  

Nota: Em sala de aula já 'dei' choque em 100 alunos, simultaneamente, com uma dessas garrafas eletrizadas. Os 100 alunos previamente avisados (nenhum usando marca-passo) dão as mãos fazendo uma fila. A fila se curva de modo que o primeiro e o último fiquem perto da garrafa; um põe a mão no alumínio da parte externa e o outro toca a esfera ... e 100 gritam e pulam simultaneamente

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1