menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Experimentos com pisca-LED
(ultra simples, para 3V)

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Montar um circuito bastante simples para acionar intermitentemente um LED. Várias configurações experimentais.

Componentes

Q1 - 01 transistor BC 548 (NPN, uso geral, silício)
Q2 - 01 transistor BC 558 (PNP, uso geral, silício)
D1 - 01 LED comum vermelho, amarelo ou verde
R1 - 01 resistor de 1 megaohm x 1/8 w
C1 - 01 capacitor eletrolítico de 10 microfarads x 16 V
B1 - 02 pilhas em série com porta-pilhas.

Circuito esquemático

Experimentos
Esse projeto, bastante simples, é mais 'polivalente' do que parece; ele permite várias experiências e variações. Eu usei conectores Sindal para a montagem; isso facilita as substituições.
Com os valores dos componentes apresentados o LED deve piscar na faixa de 1 Hz, ou seja, ao redor de uma piscada a cada segundo.
Depois que o projeto estiver funcionando, experimente:

1 - Alterar o valor do resistor R1 para valores na faixa entre 470 quiloohms e 10 megaohms. Resistores de maiores resistências resultam em piscadas mais intervaladas, resistores de menores resistências, mais rápidas.

2 - Alterar 0 valor do capacitor C1 entre 100 nanofarads e 47 microfarads. Capacitâncias menores, piscadas mais rápidas; maiores, mais intervaladas.

3 - Experimente várias combinações de capacitores e resistores.

4 - Substituir o LED D1 por um alto-falante pequeno de 4 ou 8 ohms. No lugar de piscadas, você vai ouvir um "toc  toc". Experimente diminuir o valor do capacitor C1 para uns 22 nF e o do resistor R1 para cerca de 47 quiloohms --- o circuitinho oscilará na escala audível, num apitinho agudo.
Melhore a coisa; use um potenciômetro de 470 quiloohms em série com um resistor de 10 quiloohms  substituindo o resistor R1 e você terá um oscilador variável. É demais!

5 - Remova o resistor R1, e coloque seu dedo no lugar (fechando o circuito em substituição ao R1). Note que a velocidade das piscadas (ou o tom de áudio, se você já substituiu o LED pelo alto falante) variará conforme a pressão que aplicar. Eis um sensor de pressão! Já pensou o que você poderá colocar em lugar de seu dedo? Uma esponja grafitada entre duas plaquinhas metálicas ....

6 - Use um capacitor C1 de 22 nF, o auto falante, e troque R1 por um resistor de 10 quiloohms em série com dois toquinhos de fio espetados num pedaço pequeno de esponja seca. Você terá um ótimo detector de umidade. Quando a esponja absorver alguma umidade o alto falante emitirá um toc toc lento; mais umidade, um toc toc mais rápido. Se você escutar um som agudo --- está chovendo em cima da esponja! :-)

7 - Substituir D1 pelo pequeno alto falante e desligar C1 do coletor de Q2. Ligue uma fonte de áudio de baixa intensidade entre o terminal livre de C1 e o negativo do circuito.
Acabamos de fazer um amplificador de baixa potência, porém,  bastante sensível!

Vá experimentando ... é demais!
 

 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1