menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Mini estroboscópica

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

1- Alimentada diretamente pela rede de 220 VAC

Esquema e montagem

Comentários
O transformador de pulso (que na verdade não é um trafo de pulso), é de alta tensão, a lâmpada precisa de um pulso que tenha capacidade de atravessar o seu vidro, coisa de 2000 a 3000V. Esse trafo pode ser de fabricação caseira, enrolando um primário de aproximadamente 100 espiras de fio 34 AWG e secundário de no mínimo 2000 espiras de fio 38 à 40 AWG, sobre um parafuso 3/4" x 1/2" bem isolado. Ambos os capacitores da montagem são de poliéster. 

Outro fator que poderá melhorar o rendimento será providenciar um dobrador de tensão capacitivo na entrada de energia. Eis uma sugestão:

Os capacitores C1 e C2 são de poliéster para 400V; C3 é de 10 mF x 600V. Nas montagens propostas,a alimentação é feita diretamente da rede de 220 VAC. Cuidado, os circuitos não são isolados da terra!

2- Alimentada por bateria de 12 VCC

Esquema

O trafo do inversor (TR1) tem 'primário' de 12V+12V e 'secundário' para 220V x 400 mA. TR2 é o trafo de pulso de alta tensão, o mesmo do circuito anterior. Os capacitores do dobrador de tensão (220n) são de poliéster para 400 V. Após o dobrador temos o capacitor de 10 mF x 600V, também de poliéster. A lâmpada de xénon é uma especial para miniestrobo, modelo ferradura de 4 ou 5 W (pode ser usada uma lâmpada de flash antigo).
A firma Lampex (www.lampex.com.br) comercializa tais lâmpadas e custa algo ao redor dos R$ 7,00.


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1