menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Número de forças num sistema

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Introdução
Seguindo-se os modelos sugeridos anteriormente, podemos observar que é bastante simples obtermos o número total de forças que agem num sistema. Isso é feito numa rápida ‘batida de olhos’.

Número de forças de campo
Basta verificar quantos são os corpos dotados de massa no sistema proposto (aqueles que o enunciado explicitar massa desprezível, não devem ser contados) e multiplicar por 2 (ação e reação) e, com isso, teremos o total de forças de campo. Não conte a massa da Terra, pois ela é referencial.

Número de forças de contato
Verifique quantos são os pontos de contados que existem no sistema e multiplique por 2 (ação e reação); isso fornecerá o total de forças de contato.

Número de forças no sistema
A adição desses dois resultados acima será o número total de forças que agem no sistema.

Exemplos

a)   Esfera apoiada no solo
Corpo com massa = 1 (x 2 = 2).
Contatos = 1 (x 2 = 2).
Total de forças = 4.

b)  Esfera apoiada na parede vertical e sustentada por cordel
Corpo com massa = 1 (x 2 = 2).
Contatos = 3 (x 2 = 6).
Total de forças = 8.

Exemplos


     c)    Barra pesada apoiada pelos extremos
            Corpo com massa = 1 (x 2 = 2).
            Contatos = 2 (x 2 = 4).
            Total = 6.

     d)   Dois cilindros dentro de uma canaleta
           Corpos com massas = 2 (x 2 = 4).
           Contatos = 4 (x 2 = 8).
           Total = 12.

e)  Barra pesada, articulada em A, sustentada por cordel de massa desprezível e sustentando a carga pesada no extremo
      Corpos com massas = 2 (x 2 = 4).
      Contatos = 4 (x 2 = 8).
      Total = 12.

Observe que, no sistema, o total de forças deve ser necessariamente PAR, devido ao principio da ação e reação.

Esse número total só será ÍMPAR se considerarmos algumas forças externas ao sistema. Obviamente, se os agentes causadores dessas forças externas forem incluídos no sistema, o total voltará a ser PAR (PAR = Principio da ação e reação ; mnemônico).


 

Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1