menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Colocando a massa em pratos limpos
(... de uma balança)

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br


Erguer ou empurrar, qual é mais fácil?
Qual sua resposta?

Não, não tente assim, na raça, na base em sua intuição ou nas aparências do dia a dia. Já sabemos como é perigoso acreditar nas aparências. Se você ainda têm dúvida, olhe a aparência daquelas inocentes tomadas elétricas nas paredes de sua casa, sim, aquelas que parecem "focinho de porco". Aquele focinho pode fazer funcionar uma serra elétrica, substituindo em um dia o trabalho de um mês, de mil homens! Todos os escravos de César não puderam lhe dar os confortos que esse focinho dá para você: luz intensa, banho quente na hora, geladeira, microondas, televisão, enceradeira, ventilador etc. Não, não é tão inocente assim!

Responder a pergunta acima é trabalho da Ciência, é trabalho para um Galileu Galilei, um Isaac Newton e um Albert Einstein. A resposta envolve os conceitos de massa e peso.

Por quê será que é tão difícil você perceber a grande diferença entre massa e peso?

Simples, é porque você mora num local onde existe gravidade.

E se você morasse num local onde não houvesse gravidade?
Como seriam suas impressões se morasse na Lua (onde a gravidade tem um valor de apenas 1/
6 daquela aqui da Terra) ou numa estação espacial (onde pode não haver sensação alguma de gravidade)? Sem dúvida seriam bem diferentes. Você transportaria um cofre nas costas sem muito esforço (pois lá ele teria pouquíssimo peso), mas sentiria tremenda dificuldade para empurrá-lo, mesmo num chão bem liso ... por causa de sua massa.

Aliás, numa estação espacial em órbita, você poderia ver uma cena bem interessante: um cofre que aqui diríamos, pesa meia tonelada, lá estaria pairando no ar interno da estação, sem ninguém para segurá-lo e sem estar encostado em nada, simplesmente flutuando. Mas não tente empurrá-lo enquanto flutua, o esforço para tirá-lo do lugar seria o mesmo que empurrá-lo num chão liso aqui na Terra! O porquê disso é sua inércia.

A inércia é uma propriedade da matéria do tipo que diz: me deixa estar como estou. Se estou quieta, parada, quero ficar assim quieta, parada e se estou em movimento quero ficar assim, movendo-me, sempre do mesmo modo. Qualquer tentativa de modificar o jeito em que se encontra, ela reage, opondo séria resistência.

Se estou parada, quero ficar parada; se estou em movimento, quero ficar em movimento

Como dissemos, os cientistas chamam essa obstinência da matéria em não querer alterar o jeitão em que se encontra (repouso ou m.r.u.), de inércia. É devida à sua inércia que um corpo reage da mesma maneira quer esteja sujeito á ação da gravidade ou não, em outras palavras, quer tenha peso ou não.

A massa, é justamente o conceito que a Ciência usa para dizer quanto um corpo material é mais ou menos inerte do que outro. Desse modo, basta escolher um corpo cuja inércia seja adotada como inércia padrão (inércia de referência para todos os outros corpos) e teremos imediatamente o corpo de massa padrão ( massa de referência, a partir da qual se obterá a massa de todos os outros corpos).

O corpo adotado como padrão de inércia pela enorme maioria dos países (que adotam o Sistema Internacional de Unidades) é um pequeno cilindro de platina iridiada (90% de platina e 10% de irídio), que fica guardado na França. A massa desse cilindro metálico é o quilograma-padrão.

Nota
Uma balança de braços iguais é o equipamento de que se utiliza para obter outros corpos (chamados massores), que tenham massa igual a do quilograma-padrão (kg). São cópias. Isso só vale para locais onde existe gravidade e, tais massas recebem a denominação de massas gravitacionais. Para locais isentos da ação da gravidade deve-se utilizar outro tipo de comparador de massas ... uma espécie de estilingue ... além de um medidor de acelerações (ou de velocidades) e, massas assim comparadas são denominadas massas inerciais. Até o momento não há nada que indique que massas gravitacionais sejam diferentes de massas inerciais.

Fazem-se muitas cópias desse quilograma-padrão e se as distribuem aos vários países que o adotam. Cada País, por sua vez, tira muitas cópias da cópia que recebeu e as distribui para os vários Estados, Universidades, Institutos de Pesos e Medidas etc.

Quando você vai comprar batatas na feira ou supermercado, aquele massor de "1kg" que o vendedor coloca num dos pratos da balança é cópia da cópia, da cópia, da cópia,..........,da cópia, da cópia,........,do quilograma-padrão --- você acha que aquilo tem realmente massa de 1kg?

Importante
Um corpo de massa 2kg é duas vezes mais inerte que um corpo de massa 1kg mas, em condições especiais, o de 1kg poderá ter peso maior que o de 2kg! A questão toda está no local onde cada um desses corpos estão.

Continue lendo com muita atenção
A massa não é a quantidade de matéria que o corpo possui, mas está intimamente ligada a ela, uma vez que toda matéria apresenta a propriedade da inércia. Por isso, muitas vezes, em lugar de tudo isso que escrevemos acima, escreve-se apenas: A massa é a medida da quantidade de matéria que o corpo possui.

Quanto conceito fica escondido dentro de uma simples frase. Não acha?

E o peso? Ah!, isto é outra coisa. Se não houver massa não há peso! E mesmo se houver uma só massa, também não haverá peso! 
Isso é assunto para outro texto ... leia-o
Nesta Sala: Peso ... Uma aventura em pensamento.

 

Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1