menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Amebius de Hg

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br 

Apresentação
Não, não é uma nova espécie de ameba. É apenas um curioso experimento de eletroquímica onde um glóbulo de mercúrio 'imita' as pulsações de uma ameba viva. É um atraente projeto para exibições científicas.

Material
O material para o experimento pode ser obtido no mais modesto dos laboratórios de química; vejamos:

  • Uma calota de vidro, tipo vidro de relógio, com 10 a 12 cm de diâmetro de boca (um pires de vidro serve para os ensaios iniciais);

  • um glóbulo pequeno de mercúrio (Hg);

  • um prego comum, tamanho grande;

  • 100 a 200 ml de uma solução diluída de ácido sulfúrico e bicromato de potássio (ver detalhe).

Procedimento
A calota ou pires de vidro contém o pequeno glóbulo de Hg em contato com o prego, como se ilustra:

Acrescente a solução diluída de ácido e bicromato. A ação da pilha elétrica que se forma desenvolve uma carga elétrica na superfície do Hg alterando, com isso, sua tensão superficial efetiva e, como conseqüência, a forma do glóbulo.

Com a expansão, o glóbulo toca a ponta do prego e descarrega sua carga alterando novamente sua forma ao retornar ao original.
O processo  se repete exibindo a pulsação do glóbulo, lembrando uma ameba viva. O dispositivo pode ser usado sobre um retroprojetor desde que se utilize de uma calota ou pires de vidro transparente.

Detalhes: O sucesso desta demonstração depende de limpeza, concentração correta e posicionamento do prego para o curto-circuito. Uma concentração satisfatória é a diluição de 5 ml de ácido sulfúrico em 500 ml de água, com alguns cristais de bicromato de potássio. O correto posicionamento do prego colocará o mercúrio em oscilação como mostrado abaixo. 

O mercúrio (um eletrodo) imerso no ácido sulfúrico diluído junto com o bicromato de potássio (eletrólito) forma uma bateria química quando o prego de ferro (outro eletrodo) é mergulhado na solução (eletrólito). Quando os dois metais se tocam a bateria é curto-circuitada e a densidade de carga elétrica na superfície de mercúrio se reduz. A gota de mercúrio pára de oscilar devido ao aumento da tensão superficial. Com a adequada e correta posição dada para o prego, o mercúrio se manterá em oscilação; repetidamente a bateria é curto-circuitada ou não, quando então as carga elétrica elétricas se espalham afetando a tensão superficial quando o prego não toca o mercúrio.


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1