menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Motor Eletrostático de Poggendorff

Prof. Luiz Ferraz Netto
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Este tipo de motor eletrostático, de fácil construção, com uso de material bastante simples e, contudo, altamente didático, é bem recomendado para trabalhos escolares. Foi apresentado por volta de 1870, por J. C. Poggendorff.

Material
Disco de cd-rom, desmetalizado; dois bastões isolantes e um metálico; duas pontas metálicas; uma base isolante; fonte de alta tensão (acima de 40 kV).

Montagem

O disco isolante pode ser facilmente obtido a partir de um cd-rom desmetalizado. Essa desmetalização pode ser conseguida mediante o uso de um bobina de Tesla, todavia, a aplicação direta de ácido clorídrico (HCl) produz melhores resultados. A fragmentação da parte aluminizada do cd-rom pode ser conseguida introduzindo-se esse cd-rom num microondas ajustado para 3 segundos em potência total. Retirada essa cobertura metálica, o cd-rom torna-se um excelente disco isolante para vários experimentos de eletrostática. A coluna central pode ser adaptada a partir de uma caneta esferográfica, usando a esferazinha como apoio no pivot.

Uma base de acrílico é a mais indicada para o projeto; uma sugestão de acabamento é ilustrada abaixo:

O dispositivo requer uma fonte de alta tensão, com algumas dezenas de quilovolts (40 a 90 kV); um antigo gerador de alta tensão para pintura eletrostática pode ser usado com sucesso. Outras fontes de alta tensão são apresentadas na Sala 03 e Sala 11 desse site.

Funcionamento
O funcionamento desse motor resume-se no seguinte: Cargas elétricas são depositadas sobre uma região  do disco isolante através da ponta metálica. As cargas dessa região são atraídas pela ponta de polaridade oposta, arrastando consigo o disco e promovendo sua rotação ao redor do eixo central. A inerente simetria da montagem pode resultar numa certa dificuldade para a 'partida' do motor; ligeiro empurrão ou mesmo a colocação das pontas metálicas de modo a atuarem mais 'tangencialmente' resolvem essa dificuldade. Após essa hesitação típica de partida, uma vez iniciada a rotação, o disco pode adquirir velocidades bastante elevadas.


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1