menu_topo

 Gnomon polar
Escala equatorial

Dúvidas e Perguntas?

Considerações
Este é o relógio de Sol de construção mais simples que existe, já que a divisão da escala é feita em partes iguais de 15 em 15 graus. Pode ser utilizado em qualquer latitude, mas a escala será maior, quanto maior for a declinação local, e se acima do círculo polar, deverá ter uma escala completa, de 360 graus.

A base deverá estar orientada no sentido Norte-Sul verdadeiros. O ângulo d é igual à latitude local. A linha P estará no alinhamento do meio dia e a projeção da ponta do gnomon V indicará a culminação do Sol no dia da passagem pelo zênite. A projeção da sombra da ponta do gnomon, ou uma outra referência, sobre estas linhas nos indicará o mês corrente e permitirá a correção da hora pela Equação do Tempo.

Material necessário (opção 1)

- Papelão fino
- cartolina
- 10 cm arame 1 mm
- 5 miçangas coloridas
- cola branca

Montagem
Sobre o papelão trace um quadrado de 10 cm de lado e faça o desenho conforme o croqui. Do canto inferior direito trace uma linha com um ângulo igual ao da sua latitude local. Use um mapa para encontrar o valor correto. Trace um retângulo de 130 mm de largura com altura igual ao da interseção do ângulo com a linha central. Trace um semi-círculo sobre a linha superior do retângulo com raio de 51 mm. Trace os entalhes para encaixar as pecas.
Usando uma tesoura recorte as duas pecas, encaixe e cole. Mantenha as pecas no esquadro até a cola secar.
Faça seu gnomon usando o pedaço de arame. Enfie as contas coloridas nas posições indicadas e cole.
Na cartolina trace a escala das horas, recorte e cole sobre o arco do suporte.
Finalmente cole o gnomon sobre o suporte inclinado.

Procedimento
Coloque o relógio sobre uma superfície plana, exposta ao Sol e oriente o suporte do gnomon no sentido Norte-Sul verdadeiro.
O gnomon irá projetar sua sobra sobre a escala e indicará a hora solar. Use o gráfico da Equação do Tempo para fazer a correção necessária.
Verifique qual das miçangas está projetando a sombra sobre a escala. A passagem da sombra da miçanga vermelha sobre a linha central vai registrar os equinócios (passagem do Sol para o outro hemisfério).
A sombra das miçangas azuis marcará a passagem pelos solstícios. Use as miçangas verdes para indicar o meio de cada estação.

Material necessário (opção 2)

- garrafa "pet" transparente
- cartolina
- barbante fino
- 1 miçanga
- cola branca
- madeira ou arame para o suporte

Montagem
Fure o fundo e a tampa da garrafa. Cole a miçanga no meio de um pedaço de barbante. Monte o barbante, bem esticado através da garrafa, de modo que a conta fique mais ou menos no meio.
Sobre a cartolina, desenhe a escala das horas, respeitando as dimensões da escala. Cole a cartolina na garrafa, com a escala para dentro, de modo que a linha central fique bem alinhada com a miçanga.
Faça um suporte inclinado para a garrafa, com o ângulo de sua latitude local, usando madeira ou arame grosso.

Procedimento
Coloque a garrafa em seu suporte sobre uma superfície plana, exposta ao Sol e oriente o suporte no sentido Norte-Sul verdadeiro.
O gnomon irá projetar sua sobra sobre a escala e indicará a hora solar. Use o gráfico da Equação do Tempo para fazer a correção necessária.
Verifique onde a miçanga está projetando a sombra sobre a escala. A passagem da sombra sobre a linha central (vermelha) vai registrar os equinócios (passagem do Sol para o outro hemisfério).
A sombra marcará a passagem pelos solstícios quanto atingir a linha externa (azul). A linha intermediária (verde) indicará o meio de cada estação.

16-jan-2004

Voltar

 

TOPO DA PÁGINA | HALL  
Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2008 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados
Nova pagina 1