menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Astronomia - FAQ - 66

Marcelo Moura - Observatório Phoenix
Prof. Luiz Ferraz Netto [Léo]

Pergunta:

- Como poderia usar a astronomia para explicar movimento relativo?

Resposta:

- Tente imaginar como você se movimenta no espaço tridimensional. Para registrar o fato você precisa de um referencial "fixo". Em primeiro lugar imagine que a sua sala é este referencial. Quando você muda de lugar, do ponto A para o ponto B, a 3 metros de distância, este movimento pode ser indicado a cada instante pela modificação das distâncias até as paredes, que se alteram enquanto você anda.
Este movimento pode ser registrado, segundo a segundo, anotando o tempo e as distâncias. Se gastar 3 segundos, você estará se deslocando a uma velocidade de 1 m/s.
Mas a sua sala faz parte de uma casa, que está sobre a superfície da Terra. Se mudarmos o referencial para a Lua, como veremos este seu movimento?
Enquanto você andava de A para B, a Terra girava com uma velocidade tangencial de 450 m/s, então seu deslocamento visto da Lua não foi de 3 metros, e sim de 1.350 + 3 metros!
E se mudarmos o referencial para o Sol? A Terra gira em torno do Sol a 29.800 m/s. Neste caso seu deslocamento foi de 89.400 + 1.350 + 3 metros.
Mas o Sol também gira em torno do centro da Galáxia a uma velocidade de 19.500 m/s. Então seu deslocamento foi de 58.500 + 89.400 + 1.350 + 3 = 149.253 m ou 149 quilômetros!
Isto, é claro, se todos os movimentos estivessem orientados em uma só direção e sentido. Mas a Galáxia também está se movendo no espaço...
Quando você está sentado na frente de seu computador, lendo esta mensagem, na verdade está viajando pelo espaço a quase 50 quilômetros por segundo! Você não sente este movimento, mas ele existe. Tudo é relativo ao sistema que tomamos como referência.


VOLTAR às PERGUNTAS
 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2012 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1