menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Salão das Máquinas
(parte do Museu das Máquinas Impraticáveis de Donald Simanek)

Atenção! Neste salão de exibição muitas leis fundamentais da física são suspensas e muitas outras são violadas. Mantenha-se dentro das linhas de segurança, e não tente tocar nos aparatos exibidos. O museu não pode ser responsável por qualquer dano aos visitantes devido a conseqüências inesperadas como resultado da suspensão das leis da termodinâmica. 

Assistir estas máquinas girando continuamente pode induzir uma sensação de vertigem. Se você se sentir atordoado, agarre o corrimão de segurança e feche seus olhos até que a sensação passe. 

Hans-Peter Gramatke desenhou e generosamente doou estes GIFs animados ao nosso museu. Eles têm a legenda [HP], e formam o coração da coleção exibida neste salão. Visite o website de Hans-Peter's em alemão.


Rodas Desequilibradas

 

A roda de Bhaskara, c. 1100. Esta continha recipientes de mercúrio ao longo da borda, estrategicamente posicionados na vã esperança de que a roda sempre ficasse mais pesada de um lado do eixo. Este projeto reapareceu em muitos países, incluindo na Europa. [HP]

 

Uma variação da roda de Honnecort, usando pesos em braços articulados. [HP]

 

Uma variação do século 18 da roda desequilibrada.

 

Uma roda árabe com braços articulados. [HP]

 

As pessoas certamente notaram que a roda árabe simplesmente não se manteria em movimento. O inventor britânico George Lipton (metade do século 18) aperfeiçoou o projeto ao transferir bolas ao longo de uma rampa de um lado ao outro sem ir ao topo. "Esperto" Isto introduz o novo (mas fútil) princípio de mover massas não acopladas. [Esta exibição está temporariamente desativ ada, enquanto descobrimos um jeito de mantê-la girando -- mesmo virtualmente!.] [HP]

 

O astrônomo escocês do século 18 James Ferguson projetou esta máquina com pesos em bolas em braços articulados conectados a pesos deslizando em armações. Pistões sem fricção, é claro. Enquanto os pesos caíam em suas armações eles puxavam os pesos articulados para um raio maior. Isto introduz o novo (mas ineficaz) princípio de ligação mecânica de eixo cruzado. Ele conclui sua discussão desta máquina dizendo "...poderia se supor que esta máquina giraria perpetuamente. Eu a mostrei a muitos que declaram que iria; e apesar disso, quem quer que a construa, descobrirá que está em mero equilíbrio. Eu deixo a eles para descobrir a razão. [HP]

 

Edward Somerset, o Marquês de Worcester (1601-67) incluiu esta máquina em seu livro A Century of Inventions, 1655. É por vezes creditada a Jacob Leupold. [Note que HP mostra as bolas quicando quando colidem com a parede. As colisões devem ser perfeitamente elásticas, do contrário energia mecânica seria convertida em calor.]


Voltar à galeria principal


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1