menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

 E quanto à "energia livre"?

Ao analisar propostas de MP, deve-se estar atento a fontes de energia "escondidas". Se a corrente do dispositivo de Stevin consistisse em rolos cilíndricos interligados, ela poderia se mover se houvesse uma bateria pequena e um motor dentro de cada cilindro. Muitas fraudes de dispositivo de movimento perpétuo clássicas são feitas deste modo. Mas neste caso, os estados iniciais e finais não são idênticos, já que o estado das baterias muda enquanto energia é retirada delas. Algumas das demonstrações fraudulentas antigas de dispositivos de MP podem bem ter sido movidas por motores de molas internas escondidos, permitindo que uma roda bem equilibrada e de pouca fricção girasse durante um tempo longo antes de reduzir sua velocidade perceptivelmente. 

Entusiastas de "energia livre" alegam que se um dispositivo estivesse captando alguma fonte de energia invisível que preenche todo o espaço, essa energia iria, como os motores escondidos, manter o dispositivo funcionando, embora nós não pudéssemos descobrir a fonte de energia livre por qualquer outro meio experimental. Em efeito, o próprio dispositivo seria o "detector de energia livre". Eles nos lembram que os físicos já ridicularizaram a idéia de energia armazenada em átomos uma vez. Sim, eles o fizeram, como indicam estas citações:

Não há nenhuma probabilidade de que o homem, algum dia, possa extrair o poder do átomo. A suposição lisonjeira, de utilizar energia atômica quando nosso carvão se esgotar, é um sonho utópico completamente não-científico, um bicho-papão infantil. A natureza introduziu alguns dispositivos á prova de falha na grande maioria de elementos que constituem o mundo, e eles não têm nenhuma energia para fornecer no processo de desintegração.
- Robert A. Millikan (1863-1953) [Palestra em 1928 ao Chemists' Club (New York)]

...qualquer um que espere uma fonte de energia da transformação deste átomos está falando de loucuras...
- Ernest Rutherford (1871-1937) [1933]

Assim, os proponentes de energia livre têm um ponto válido aqui? Eles estão justificados em dedicar seu tempo para buscar uma "energia livre" ou sistemas de "além da unidade?" Deveriam os cientistas atuais conduzir tal pesquisa para resolver nossos problemas de energia? Eu não acho. 
Os cientistas geralmente procuram por algo apenas quando há evidência clara que aponte para uma necessidade de clarificar ou mudar a teoria física. Até agora, nenhum vestígio de evidência confiável ou mesmo sugestiva da existência desta "energia livre" foi visto. 
Para voltar à comparação com a energia atômica, o ceticismo inicial de Millikan, Rutherford e Einstein era bem justificado. Mas eles mudaram suas opiniões à medida que evidências novas surgiram. Seu ceticismo inicial não retardou nosso progresso de qualquer forma para a descoberta e utilização da energia atômica. Minha intuição é de que se houver qualquer coisa em qualquer lugar como "energia livre" no universo, não será descoberta pelo tipo das pessoas que fazem alegações incríveis e infundadas agora sobre ela, nem pelos métodos estão usando para tentar extrai-la. Ajuda saber algo sobre uma fonte de energia antes de tentar descobrir como extrai-la. 

E quanto à possível descoberta "acidental" de energia livre por algum inventor de MP em algum porão? Os raios-X não foram descobertos acidentalmente, quando ninguém nem mesmo suspeitava de sua existência e certamente não tinham nenhuma idéia do que eles eram? Sim, esse é um dos (poucos) exemplos de uma descoberta importante verdadeiramente acidental na Física. Muitas pessoas tropeçaram em evidência dos raios-X antes de Röntgen, mas falharam em continuar experiências ver o que estava ocorrendo. Anti-serendipismo?

A produção de trabalho útil é limitada pelas leis da termodinâmica, mas a produção de trabalho inútil parece não ter limites.
   —Donald Simanek—

 Mas naqueles mesmo período da história nós temos o interessante fenômeno de outras pessoas "descobrindo" coisas que não existiam, como raios-N, e depois os raios-M (radiação mitogenética). Assim, em qual categoria a "energia livre" cairá, se e quando alguém tropeçar nela? Só o tempo dirá. 

Em geral, as descobertas científicas, até mesmo as acidentais, são mais provavelmente feitas, investigadas e exploradas por pessoas que têm um entendimento muito bom dos princípios pertinentes da ciência existente. Ignorância da ciência bem estabelecida faz muitas pessoas sinceras e dedicadas desperdiçarem vidas e carreiras perseguindo loucuras. As propostas sinceras de MP do passado ilustram o fato de que seus inventores não tinham compreensão suficiente. Muitos deles pensavam sinceramente que tal compreensão não era necessária, ou a rejeitavam para começo de conversa. 


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1