menu_topo

Fale com o professor Lista geral do site Página inicial Envie a um amigo Autor

Viveiro Para Manutenção de Aves
(Projeto de Biologia Experimental)

Prof. Luiz Ferraz Netto [Léo]
leobarretos@uol.com.br

Objetivo
Um caixote de madeira poderá ser transformado em viveiro para criação de pintinhos. Siga as instruções abaixo.

Material

Caixote de tamanho médio
Tela de malha larga (que permita passar as cabeças dos pintinhos)
2 pedaços pequenos de couro
Serrote, martelo, pregos, sarrafos
Tela de malha mais fina (para o piso)

Procedimento

a. Substitua parte das paredes de um caixote por partes da tela de malha larga, como se ilustra abaixo. Para sustentar a tela, use ripas de madeira.


b. Use a madeira retirada para construir uma parede, na metade do caixote, o qual ficará dividido em dois compartimentos: um deles todo de madeira e o outro revestido de tela fina.
c. Faça duas aberturas na parede divisória.

Com pedaços de couro, faça dobradiças que permitam levantar e abaixar a parte de tela. O piso do viveiro deve ser constituído por uma tela de malhas mais finas. Sob esta deve ser colocada uma bandeja contendo areia ou serragem, para recolher as fezes. O ideal é que a tela e a bandeja sejam móveis e possam ser retiradas, para limpeza. Se a tela não puder ser móvel, pelo menos a bandeja deverá sê-lo.

Se fizer muito frio, coloque uma lâmpada no interior do compartimento fechado, pois nos primeiros 40 dias, os pintinhos necessitam de ambiente aquecido.

Para água e alimento, faça cochinhos de lata, prendendo-os do lado de fora da tela. Se for difícil fazê-los, coloque recipientes com água e alimento dentro do próprio viveiro.

Nos primeiros 10 dias, cuide para que os pintinhos não tomem vento, pois morrem facilmente com complicações do aparelho respiratório. Alimente-os com ração apropriada (ração para pintos), encontrada no comércio ou substitua-a por quirela (milho triturado).

Sugestão
Se a área da escola for relativamente grande e dotada de árvores, você poderá estimular a afluência de pássaros que normalmente existem nas redondezas. Para isto, coloque, em lugares previamente escolhidos, alguns recipientes com alimento (alpiste, farelo de pão, restos de lanche das próprias crianças) e água. Aos poucos as aves começarão a afluir, desde que não sejam assustadas nem maltratadas por crianças ou adultos. Para os beija-flores, pendure nos ramos das árvores frasquinhos especiais (que podem ser encontrados no comércio) contendo solução de açúcar, me| ou melado, feitas com água previamente fervida. Os frascos devem ser colocados à sombra (para evitar aquecimento e conseqüente fermentação) e bem amarrados, de forma a não balançarem (se forem do tipo que deixam escorrer a água quando balançam).

Segue Manutenção de organismos em laboratório


Copyright © Luiz Ferraz Netto - 2000-2011 ® - Web Máster: Todos os Direitos Reservados

Nova pagina 1